Sobre cabelos e coragem…

By Mayra Soares segunda-feira, outubro 13, 2014 4 , , , Permalink 1
Eu sempre adorei cabelão grande. Acho que um cabelo bonito ajuda a compor looks maravilhosos.

Os cabelos mais curtos, ficam por conta das mais modernozas.

Porque um look totalmente chic requer um corte de cabelo refinado ou, então, um penteado preso bem bonito.

É assim, cabelos deixam os looks mais sexy, mais românticos, mais modernos…

Eles também passam uma mensagem sobre nós.

Eu sempre usei cabelão, ai quando ia para uma festa em que era necessário que os ombros, pescoço e nuca aparecessem, prendia as madeixas e ficava tudo certo.

De uns tempos pra cá andei judiando do meu cabelo, progressivas constantes, tintura preta, banho de petróleo e descoloração estão na minha receita pra deixar o cabelo detonadão.

Bom, a história se resume assim: Passei tinta preta no cabelo, dei banho de petróleo, tinta preta de novo e etc. Durante uns 4 meses foi assim.
Aí decidi que queria fazer californianas. Fiz progressiva. O preto desbotou e eu fiz mechas californianas, abriu cor, um tom meio alaranjado, não gostei muito, mas sabia que o processo era esse.
Meu cabelo que estava quase no bumbum, quebrou todinho e veio parar no meio das costas.
O que eu fiz? Chorei, claro. E passei tinta preta.
Na outra semana não aguentava me olhar no espelho, comprei aquele kit de californianas da Loreal  e fiz californianas no meu cabelo. Abriu para o vermelho.15 dias depois fiz mais e quando fiz pela quarta vez, fui ao salão e puxei mais luzes.
A cor ficou boa, mas o cabelo coitado, estava totalmente frágil.
Desde então venho tentando disfarçar as pontas quebradiças com cachos, mas eu passava a mão nos cabelos quando ia lavar e chorava.
Totalmente seco e sem vida.
Vi a Marina Ruy Barbosa com aquele cabelo lindo no papel de Maria Ísis e decidi: Vou cortar.
De manhã tinha postado no instagram (segue lá: @soaresmayra) uma foto do cabelo cumprido e enrolado nas pontas, era só elogios.
May cabelão
Ai no mesmo dia, saindo do trabalho parei no salão, cortei, e postei a foto e as reações eram:
“Está lindo, mas como você teve coragem?”
“Não acredito que fez isso!”
“Que linda! #coragem!”
May cabelo curto
Aí fiquei pensando, a gente não pode ter apego num cabelo esturricado, quebrado e morto, só porque é cumprido.
Se não está te fazendo feliz, se não te satisfaz mais, corta! Não só o cabelo, mas qualquer coisa da vida.
A vida é pra quem tem coragem.
Cabelo cresce, tudo na vida se renova, a gente tem que se dar oportunidade.
Cortar o que não faz bem e deixar crescer e fluir aquilo que pode ser melhor.
Ainda sobre cabelos, na Europa, as mulheres mudam o cabelo conforme a estação, ele é um acessório de moda, no Brasil somos totalmente apegadas ao cabelo cumprido, como se curto não fosse feminino, coisas de personalidade, de cultura, mas confesso que acho que as Europeias estão corretíssimas. Pensa que delícia poder brincar de ser várias pessoas com um corte ou uma cor diferente?
Meu cabelo ainda está curto, está leve, sem grandes embaraços, sem pontas quebradiças e pegando força pra crescer mais forte e mais bonito.
Coragem
Agora sobre coragem, se a gente não tem coragem de mudar um look, ousar um batom mais escuro, um shorts diferente, um cabelo mais curto, uma cor mais intensa, se a gente não consegue abrir mão de um cabelo enorme, de uma blusa fechada pra trocar por uma mais aberta, não conseguiremos abrir mão também das mazelas que nos prendem àquilo que nos faz infeliz.
Sobre cabelos e coragem, abra mão, deixe fluir, viva hoje o que faz feliz, plante coisas boas pro amanhã, hidrate, e se fizer mal ou tiver ficando feio, corta!
PS: Desculpem pelas fotos, como vocês viram foram feitas pelo celular e retiradas do instagram.
Bitocas!
4 Comments
  • Lidi
    outubro 13, 2014

    Eu adorei May!
    Até porque, eu não tenho apego nenhum no meu cabelo, já tive ele de tudo que é tamanho e cor hhahhaha o meu especialmente cresce muito rápido, então mudo sem dó rs
    Agora tô deixando ele crescer bem, o máximo que o tive foi até no meio das costas, quero deixar até na cintura pra ver qualé, depois sei que vou mudar de novo rs
    Mas quando cortei chanel, foi também pra tirar de vez as mechas que estavam no cumprimento e muito secas, sem vida, não me arrependo!

    Mudar faz bem, e ter coragem também =D
    Bjs

    • Mayra Soares
      outubro 13, 2014

      Nossa, Lidi, mudar faz muiiitoo bem e vc só vai saber se ficou bom depois que mudou né?!
      Meu cabelo cresceu muito rápido, já quero cortar mais! Rs
      Beijoo, adorei sua visita!

  • Jaqueline Soares
    outubro 13, 2014

    Coragem apenas na cor. hahahahaha.. Já pintei de vermelho,marrom dourado,castanho claro e preto. Fiz luzes e ombré. O que menos gostei foi ombré. Quando a Louisy nasceu cortei abaixo do ombro e amei,mas só,não menos que isso. Eu nunca tive esses problemas de cabelo detonadão,um pouquinho talvez,mas nada que me levasse ao corte. Mas enfim,acho que se eu precisar eu corto sem medo de ser feliz,pq sempre quando me pego insatisfeita (seja com o que for) faço alguma mudança e super resolve. Beijos May!

    • Mayra Soares
      outubro 21, 2014

      Você é linda e decidida! ;)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *